Renato Costa – O artista de rua

0
2595

Paulistano do Jd. Iporanga, zona sul da capital, Renato trabalha desde os 8 anos de idade para ajudar na renda familiar. Mas, foi aos 18, pelas festas raves, que teve o primeiro contato com o circo e os malabares. A partir daí, passou a fabricar suas próprias claves e a comercializar algumas para os amigos. Viajou para o Chile e Argentina três vezes, na missão de vender materiais circenses, até que assaltaram sua oficina. Renato foi para as ruas, encontrou um bom ponto no farol da Rua Estados Unidos com a Av. 9 de Julho, no Jardim América, e lá está há mais de 7 anos. De cima de um monociclo de 3 metros de altura que ele próprio fez, Renato cria seus números e performances de farol inspirados em temas do cotidiano. No vermelho que consegue arranjar o seu ganha pão. Em dias ruins, tira em torno de 50 reais. Em bons, chega a tirar até 200, mas tudo depende do trabalho que apresenta, do tempo em que permanece no farol e da sua vibração do dia. É um misto de ator, diretor, produtor e circense. Ele ainda sobrevive do circo e sonha, um dia, chegar nas ruas da Europa para propagar sua arte.

Deixe um comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, escreva seu nome