Brasileiros

Com 500 mil usuários ativos, AOL Instant Messenger desliga para sempre

Página B - Inovação

O aplicativo de mensagem mais usado dos anos 90 acaba em 15 de dezembro e, pasme, ainda vai deixar meio milhão de usuários saudosos
Silvia Bassi
Publicado em: 10/10/2017 - 10:55Alterado em: 17/10/2017 - 18:01

Se você nos anos 90 tinha idade para ter e usar um computador, há uma grande chance de ter tido uma conta no AOL Instant Messenger (AIM), o serviço de mensagens instantâneas da AOL que foi, durante muitos anos, o aplicativo de mensagem mais usado no mundo. Caso ainda se lembre do seu screen name (ou nome de tela, a sua identidade AIM) e da sua senha e queira recuperar imagens e arquivos, corra, porque no próximo dia 15 de dezembro o running man (o homenzinho amarelo) vai dar sign off para sempre.

O anúncio do fim do AIM foi feito em um post por Michael Albers, VP de comunicação da Oath (a marca da Verizon que engloba a AOL e o Yahoo) na sexta-feira, 06/10. "O AIM abriu novas tecnologias e iniciou uma mudança cultural, mas a forma como nos comunicamos uns com os outros mudou profundamente. Por conta disso, tomamos a decisão de descontinuar o AIM a partir de 15 de dezembro de 2017", escreve Albers. 

Nos anos 90 até o início dos anos 2000, o AIM, e a AOL, eram sinônimo de internet nos EUA. Em 2001, no auge da sua vida, a AOL chegou a ter mais de de 23 milhões de assinantes pagantes e o AIM, com 18 milhões de usuários ativos, era a forma de comunicação instantânea mais usada, mesmo por profissionais. Toda uma geração cresceu e se conectou em tempo real nas salas de chat da AOL e trocou mensagens com os amigos pelo AIM, muitos anos antes das redes sociais aparecerem. Milhões esperavam ansiosos para ouvir a frase "You've Got Mail", que acabou sendo o título original do filme "Mensagem para Você", com Meg Ryan e Tom Hanks. 

"O AIM era o canal de comunicação de Wall Street," lembra Barry Appelman, um dos responsáveis pelo AIM no início dos anos 90, na AOL. O AIM termina sua vida com muito menos usuários. Segundo a Comscore, em agosto de 2017 o AIM ainda tinha 500 mil usuários ativos e resistiu bravamente até o último momento, mesmo tendo deixado de ser atualizado pela AOL desde 2012. É o último dos messengers a cair: a Microsoft fechou seu MSN Messenger em 2014, e o Yahoo Messenger foi encerrado no ano passado.

Na página de orientação aos usuários, a AOL explica que será possível continuar a ter seu endereço de e-mail @aim.com, mas sem chance de exportar sua buddy list (lista de amigos). Só dá mesmo para se logar e, salvar seu histórico de chats e baixar imagens e arquivos.

Assine e Colabore

Precisamos do seu apoio. Por menos de um café com pão de queijo, você garante jornalismo com rigor editorial.

X

Acesso restrito a assinantes e cadastrados

Você atingiu o limite de 5 REPORTAGENS por mês

Identifique-se para continuar e ler 10 Reportagens por mês

Cadastre-se

ou

Conecte-se com o Facebook

já sou cadastrado

Colabore conosco!
Colabore com o futuro do jornalismo de qualidade.
Assine agora e tenha acesso ilimitado

Aproveite nossa promoção de lançamento e pague apenas R$ 1,90/mês*

Quero Assinar * Promoção válida até 31 de Dezembro de 2017